Friday, March 17, 2006

Parabens manita!

Image hosting by PhotobucketEra um dia de S.Patricio, dum mes de Marco dos anos 80 e o sol de primavera fazia jus ao seu nome..
A Elis Regina fazia anos nesse dia.
Portugal tentava ser governado por um balsemao e presidenciado por um ramalho. Pisavamos, digo eu, os primeiros passos numa democracia ainda crianca, mas ja com alguma firmeza. Os GNR queriam ver Portugal na CEE, os Taxi ensinavam-nos a mastigar Chiclete, a Lena d’Agua alertava-nos para os Robots e Vigaros de ca’ e de la’. O roque (na altura nao havia "k") portugues ia de vento em popa com o Chico Fininho do Rui Veloso. Os nossos Herois do Mar, despertavam-nos para o Amor e ensinavam-nos como matar o desejo do primeiro beijo. Os UHF corriam atraz dos Cavalos de Corrida na Rua do Carmo, enquanto que a Adelaide Ferreira, no meio de tanto Transito gritava pelo Baby Suicida. Ja o Carlos Paiao preferia o Po de Arroz e cantava em Playback. As Doces diziam que o Ali Ba Ba era Bem Bom. A Telepatia da Lara Li deixava-nos com Agua Na Boca. A musica portuguesa experimentava um periodo criativo e parecia nao ter limites (mas parece que teve). A Manuela Moura Guedes dizia que Foram Cardos e Foram Prosas mas a Dina que tinha razao quando dizia que havia Sempre Música Entre Nós! Eram tempos fantasticos. Como todos os tempos que ja passaram, a nostalgia evidencia quase sempre o seu melhor.
As meninas das escolas secundárias fumavam charros na paragem do eléctrico, perdiam-se nas Viagens ao mundo da Droga com os Filhos de Torremolinos e os Filhos da Costa do Sol.
La’ fora sonhava-se com a Fame e queria-se viver para sempre. A Jane Fonda e a Olivia Newton John acordavam-nos para a importancia da imagem e empurravam-nos para o ginasio, Let’s get Physical. E' na imagem que se inspirarm muitos e surgia o New Wave e o Electro-Pop, o Punk resistia e o Heavy Metal era ainda o escape. As Pop-Rock e as Bravo mostravam-nos em lingua alema, as Variacoes que surgiam do lado de la' e as pressoes deixaram de ser apenas interiores para tambem passarem a ser exteriores. Os Duran Duran, Flock Of Seagulls, Adam & The Ants, Yazoo, Cure, Cindy Lauper, Classix Nouveaux, Human League, Roxy Music, Nina Hagen, ensinam-nos a importancia da maquilhagem e da agua oxigenada e da Laca nas nossas vidas (que o digam as Ginette Spray-Net du Quebec)!
Os Depeche Mode comecavam a cantar o que se comecava a pensar, I Just Can’t Get Enough e gritava-se com muita certeza, We Don't Need no Education!
As musicas que se ouviam no mundo e em Portugal, os filmes e a televisao que se viam e os acontecimentos que aconteciam dao-te uma ideia de como era o nosso mundo nesse dia 17 de Marco dos anos 80, quando tu nasceste!

Fixe, uma manita!

Ontem ao desfolhar o livro "Não há longe nem distância" de Richard Bach (que titulo mais apropriado 'a nossa situacao), encontrei algumas fotos tuas.

Image hosting by PhotobucketImage hosting by PhotobucketImage hosting by Photobucket

Ha' mais de duas decadas que te ando a fotografar e tu foste o meu primeiro e unico fiel modelo!

Image hosting by Photobucket

Em jeito de homenagem, obrigado por pertenceres ao meu mundo!

Image hosting by Photobucket

Parabens Manita,
Muitos Felizes Aniversarios!

E agora para todos...
Image hosting by Photobucket
... e em jeito de pedido aos que me leiem (nos dias que correm ha' que usar todos os meios), a manita acaba o seu curso de Psicologia (Social) no proximo verao, nao ha' ninguem que por acaso saiba de alguma oportunidade de emprego e queira "apadrinhar" o seu inicio de carreira? Sei que ela iria agradecer muito!

:)

No comments: