Friday, July 14, 2006

Refrescar em Rangoon!

Na Birmania, ha' alturas do ano em que o calor e' de facto infernal, mesmo para os proprios birmaneses. No entanto para alguns, esse calor e' a fonte do seu ganha pao.
Um pouco por toda a cidade de Rangoon, encontram-se vendedores de "agua de gelo".
Photobucket - Video and Image Hosting
Quando a sede aperta, os vendedores de agua la' estao, dispostos e contentes para ajudarem a resolver o problema. Pela modica quantia duns tostoes, pode-se comprar um copo de agua de gelo (copo nao incluido).
Photobucket - Video and Image Hosting
A agua e' obtida a partir do descongelamento dum pedaco de gelo, previamente colocado num filtro (do genero dum filtro tradicional de cafe') e vai pingando, gota a gota para um copo. Antes de ser servida ao cliente, essa mesma agua e' passada varias vezes pelo pedaco de gelo, para resfriar mais um pouco. A higiene deixa muita a desejar, desde a origem do gelo, 'a propria agua utilizada e ao facto dos copos serem re-utilizados sem lavagem. Mas isso sao tudo requesitos desnecessarios para os sistemas imunologicos dos birmaneses, habituados 'as condicoes precarias que o país lhes oferece. O risco de contrair uma doenca, e' no entanto, enorme para um estrangeiro!
Photobucket - Video and Image Hosting
Para os mais abonados, uma alternativa mais doce, uma fatia de melancia ou um pouco mais caro, um sumo de melancia!

E para melhores resultados e' aconselhavel polvilhar (ou barrar) a cara com po' de tanaka (1), tal como a crianca na primeira foto e a senhora da segunda, pois para alem de refrescar absorvendo o suor, e' considerado um cosmetico natural, protector solar e replente de mosquitos!

(1) Genero de po' de talco, de cor amarelo palido, feito a partir da serradura da arvore Tanaka, abundante na floresta tropical da Birmania.
O fruto desta arvore tambem e' comestivel, e dado 'a sua forma (de maça) e ao seu gosto e consistencia (mais a madeira do que a maça), e' designado em ingles por "wood apple".



photos by Nic @ Rangoon, Burma - April 1998

2 comments:

Isabel Mar said...

As coisas que eu aprendo quando leio estes posts... Já que não posso viajar pela realidade, viajo virtualmente pelas tuas fotografias e belíssimos textos. Obrigada

Nic said...

Isabel,
Obrigado, aqui estas 'a vontade para ires onde queres!
:)