Thursday, August 04, 2005

Tripping in the Sahara - part II

Image hosted by Photobucket.comA vida vai-nos ensinando a viver, nem sempre da forma mais facil.
Foi assim que aprendi que as fronteiras nem sempre sao linhas ou barras de alguns metros, as vezes as fronteiras teem kms de largura.
O_o
Deixamos ir embora o nosso meio de transporte, e agora?!
Ficar sentado 'a espera que os nossos problemas se resolvam, nem sempre produz o resultado esperado... muito menos faz com que apare├ža o transporte desejado!
Do outro lado da "fronteira" avista-se areia apenas. Ao longe o horizonte borbulha num inferno em chamas, e' suposto ser la' a "fronteira" da Tunisia. Image hosted by Photobucket.comDeste lado o cenario nao e' muito diferente, para traz fica um oceano de areia.
Atravessar a pe' 4 kms duma zona militar do Sahara ou tentar arranjar maneira de voltar para ElOued?
Os tanques de guerra e os soldados fazem-nos lembrar a razao pela qual nos encontramos em tal situacao e ajuda-nos a tomar a decisao.
Voltar para traz para um pais em turbulencia sob uma iminente guerra civil que ameaca fechar as fronteiras?
Nao, fomos a pe'!
Image hosted by Photobucket.com
4 kms de silencio com pouca agua, muito calor, vento e areia.
Nao sei quanto tempo exacto demoramos, mas pareceu uma eternidade, pois tinhamos consciencia de que estavamos a andar entre o alvo e o atirador.
Ao comecar a avistar-se a caserna militar da "fronteira" da Tunisia, notava-se um certo alarido e essa excitacao preocupava-nos.
Felizmente tudo correu bem ate' chegarmos ao fim da "no man's land". Do lado da Tunisia esperavam-nos uma grande recepcao: 5 ou 6 soldados aborrecidos de tedio que finalmente iriam ter algo para fazer: investigar a chegada de dois furasteiros.
Passado menos de uma hora de entrevistas e inspeccao das bagagens (mochila), estava preso, acusado de ter dupla nacionalidade e de trafico ilegal de jornais (trazia jornais argelinos na mochila).

No comments: